Femininas sim, mas cristãs também (parte IV)





Baseado no livro “Pense Biblicamente – Recuperando a visão cristã de mundo”, autor Dr. John Macarthur (Editora: Hagnos – 2005).

5. SENDO ECONOMICA

“Prova e vê que é boa sua mercadoria…” (Pv 31.18a)

Orçamento e dieta são duas palavras que tem relação com economia e privação nutricional. Cada palavra, entretanto, possui tanto uma relação positiva quanto negativa. Um orçamento pode ser estabelecido para um rendimento alto ou baixo. Uma dieta pode constituir-se de uma entrada calórica diária alta ou baixa. O principio de ser econômica desafia a mulher sabia a refrear-se de perder tempo, dinheiro, combustível ou qualquer outro recurso.

Como uma perfeita costureira e nutricionista, ela reconhece a qualidade das coisas. Com um olho clinico, ela procura ofertas que resultam em vantagem. Ao mesmo tempo, seu conhecimento e habilidade permitem que tenha decisões apropriadas quanto a se fazer a compra, pagar pelo serviço ou fazer a tarefa pessoalmente.

6. SENDO ALTRUISTA

“Estende as mãos ao fuso, e as suas mãos pegam na roca. Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos.” (Pv 31.19,20)

O egoísmo é uma característica que a mulher digna procura eliminar da lista das qualidades de seu caráter. O egoísmo deriva do orgulho e é o primeiro na lista ao extremo, ele pode ser fatal.

Qualquer coisa pode abastecer as chamas do excessivo desejo e mesquinharia. Se não forem controladas, elas podem destruir a mulher (Pv 1.19). Sábia é a mulher que vive pelo principio que se ela não está satisfeita com o que tem, nunca estará satisfeita com o que quer.

Todos os recursos são presentes de Deus para serem utilizados com ponderação (Dt 8.18; At 4.32-37; 1 Tm 6.17-19).

Evidências de que a riqueza não é a fonte de seu contentamento são encontradas em sua atitude de humildade moldadas segundo o seu Senhor (Fp 2.8; 1 Pe 5.5). Ela não confia em sua riqueza para ter segurança (Sl 20.7; Pv 11.28) e é uma mulher amável (Pv 11.16) e generosa (Pv 31.19,20).

No caráter da mulher digna, há ausência de atributos egoístas. Suas ações demonstram compreensão e iniciativa; ela dá quando lhe é pedido e é sensível para oferecer assistência quando não lhe é pedido.

O altruísmo é mais graficamente demonstrado na disposição da mulher digna para compartilhar seu tempo com outros. Tempo é nossa mais preciosa mercadoria e o maior presente que pode ser oferecido a outros é o tempo que compartilhamos com eles.

Por Isabela Ferreira

Leia também a quinta parte deste artigo!

Compartilhe você também!
 

Discussão1 Comment

  1. [...] também a quarta parte deste artigo! Compartilhe você também!   Tags: [...]

Envie seu comentário