Música





“…Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos; como livres que sois, não usando, todavia, a liberdade por pretexto da malícia, mas vivendo como servos de Deus…” I Pe 2:15,16

Antes de sermos músicos e cantores, somos cristãos; mais relevante do que aquela meia hora em cima do púlpito entoando canções, é a nossa vida nas outras 167 horas e meia da semana. Não somos sempre músicos, mas a todo momento devemos ser cristãos. Isso é demonstrado em cada atitude, em cada escolha, em cada posicionamento, em cada renúncia. A partir do momento em que a nossa música nos tocar mais do que o nosso Mestre, é hora de revermos os nossos conceitos.

O Ministério de Música, de uma forma geral, tem uma característica dúplice: a visibilidade. Esta pode ser usada para o bem, ou para o mal. Pode engrandecer o nome de Cristo, mas pode engrandecer o nosso também. Pode ser um manancial de vida para a Igreja, mas também pode emitir notas vazias e sem conteúdo. A questão que determina para qual destes lados iremos é uma só: somos ou não somos discípulos de Jesus Cristo? E aí, qual é a sua resposta?

O Ministério de Música da Juventude ICNV Freguesia busca cumprir sua missão de conduzir a Igreja à adoração ao Deus Vivo com o firme propósito de engrandecer o nome de Jesus Cristo, no poder do Espírito Santo. Não como celebridades da música, mas como discípulos de Cristo que anseiam anunciar Suas maravilhas, ver sua manifestação em meio ao seu povo e contemplar sua volta gloriosa!

Vinícius Monteiro

[email protected]